Temer e Macri manifestam "preocupação" com situação da Venezuela

Brasília, 7 fev (EFE).- Os presidentes do Brasil, Michel Temer, e da Argentina, Mauricio Macri, manifestaram nesta terça-feira "preocupação" com a situação política, social e humanitária da Venezuela em comunicado conjunto divulgado após reunião em Brasília.

O parágrafo sobre a Venezuela incluído no comunicado conjunto diz também que os dois líderes "reiteraram votos de que o diálogo entre governo e oposição logre encontrar caminhos para a superação do difícil contexto em que o país se encontra".

Tanto Temer como Macri já tinham manifestado em outras ocasiões preocupação com a crise da Venezuela, que em dezembro do ano passado foi suspensa do Mercosul.

A suspensão do bloco fundado por Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai foi decidida, segundo os países, porque, quatro anos depois de sua entrada, a Venezuela ainda não tinha completado os trâmites necessários para que sua adesão fosse formalizada.

O governo venezuelano, no entanto, afirmou que tinha ratificado a maior parte da legislação do bloco e acusou a suspensão de ser uma "confabulação" de Argentina, Brasil e Paraguai contra a "revolução bolivariana".

Os dois presidentes também expressaram a "satisfação" pelo processo de paz na Colômbia e reafirmaram a disposição de apoiar o governo e o povo do país na implementação do acordo assinado em 12 de novembro de 2016, em Havana, assim como nas negociações ainda em andamento com o Exército da Libertação Nacional (ELN).

Temer e Macri parabenizaram o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e as lideranças políticas do país pela "corajosa determinação de pôr fim à violência política e social no país e recolocá-lo no pleno caminho do desenvolvimento sustentável".

Além disso, o comunicado diz que Macri e Temer desejaram para a Colômbia "um futuro de paz e progresso e muito êxito no combate às causas e formas de violência ainda remanescentes, em especial aquelas decorrentes do narcotráfico".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos