Ataques aéreos e de artilharia deixam ao menos 6 mortos em Homs, na Síria

Beirute, 8 fev (EFE).- Pelo menos 6 pessoas morreram nesta quarta-feira e outras 28 ficaram feridas por ataques aéreos e de artilharia contra o bairro de Al Waer, na cidade de Homs, na região central da Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

O OSDH indicou que entre os mortos há um menor de idade e uma idosa e não descartou que o número de mortos possa aumentar porque há vários feridos em estado grave.

A fonte detalhou que a artilharia governamental abriu fogo contra esse distrito, onde, além disso, houve três bombardeios por parte de aviões não identificados.

Al Waer está sitiado pelo exército sírio e é o único bairro que permanece sob controle da oposição em Homs. Em dezembro de 2016, mais de 700 pessoas foram retiradas desse distrito, entre combatentes e civis, após um pacto entre os rebeldes locais e as autoridades, mas o local segue cercado militarmente.

Por outro lado, o OSDH indicou que várias explosões sacudiram a cidade de Idlib, no noroeste da Síria, após uma série de bombardeios por parte de aviões de origem desconhecida contra as imediações do estádio municipal.

A fonte afirmou que há informações de que esta ação poderia ter deixado feridos.

Ontem, pelo menos 46 pessoas, entre elas 24 civis, morreram nessa cidade por ataques aéreos de aeronaves não identificadas, de acordo com a apuração divulgada hoje pelo OSDH.

A província de Idlib está quase totalmente controlada por facções rebeldes e islâmicas, algumas delas extremistas como a Frente da Conquista do Levante (antiga Frente al Nusra, ex-braço sírio da Al Qaeda).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos