Ex-presidente Allan García garante que irá depor sobre caso Odebrecht no Peru

Lima, 8 fev (EFE).- O ex-presidente peruano Allan García afirmou nesta quarta-feira que irá prestar depoimento aos promotores sobre o contrato de construção do Gasoduto Sul Peruano, vencido por um consórcio liderado pela construtora Odebrecht, quando houver uma data marcada para que ele seja ouvido.

"Assim que fixarem uma data, darei meu testemunho à Promotoria sobre o gasoduto assinado no governo de (Ollanta) Humala. Não no meu", disse García em mensagem publicada no Twitter.

A Promotoria Anticorrupção convocou o ex-presidente a depor na próxima quinta-feira, na qualidade de testemunha, sobre as acusações de supostas irregularidades na licitação da construção do gasoduto contra Nadine Heredia, esposa do ex-presidente Ollanta Humala.

No Peru, a Odebrecht admitiu ter pagado propinas de US$ 29 milhões entre 2005 e 2014, período que compreende os governos de Alejandro Toledo (2001-2006), García (2006-2011) e Humala (2011-2016).

Toledo é investigado pela Promotoria por ter recebido US$ 20 milhões para facilitar a vitória da Odebrecht na licitação para a construção de uma estrada interoceânica.

García e sua ex-esposa, Pilar Nores, são acusados de lavagem de dinheiro por Ángela Valdez, uma ex-militante do partido do ex-presidente, de acordo com o "Canal N".

Ángela acusou García de ter adquirido mais de 20 imóveis recentemente. A Promotoria abriu uma investigação contra ele em dezembro passado, tomando como base as informações coletadas por uma comissão parlamentar de inquérito (CPI).

De acordo com o "Canal N", Valdez pertence a uma facção do partido Aprista que pede a renovação dos membros da direção.

Os primeiros ex-servidores públicos detidos pelo escândalo da Odebrecht no Peru foram o ex-vice-ministro de Comunicações no segundo governo de García, Jorge Cuba, por ter recebido propina de US$ 2 milhões para a construção da linha 1 do metrô de Lima, Miguel Navarro e o ex-integrante do comitê técnico Edwin Luyo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos