Mais de 3 mil famílias ficam sem lar após incêndio em Manila

Manila, 8 fev (EFE).- Mais de 3 mil famílias ficaram nesta quarta-feira sem-teto nas Filipinas por causa de um incêndio de grandes dimensões que se propagou durante horas em uma favela em Manila e no qual pelo menos sete pessoas ficaram feridas.

O fogo começou na noite de terça-feira em uma casa no bairro de Tondo, segundo o relatório dos bombeiros da capital, e se expandiu sem controle por toda a área com chamas que superaram dez metros de altura.

As autoridades investigam as causas do acidente, mas acreditam que ele pode ter sido provocado por um cabo elétrico em mal estado.

O incêndio alcançou tais proporções durante a noite que os bombeiros ativaram o alerta 3 (de um total de 11) e desdobraram até 90 caminhões para tentar sufocar as chamas.

Os bombeiros conseguiram apagar as chamas na manhã desta quarta-feira depois que este destruiu totalmente cerca de 1,2 mil casas e causou danos em propriedades no total de 6 milhões de pesos (US$ 120,4 mil), segundo o relatório provisório.

A maior parte dos afetados -todos eles pessoas de baixos recursos- passaram a noite em uma zona próxima, enquanto seus lares eram calcinados, e outros 600 foram amparados em um centro de evacuação improvisado.

Também durante a madrugada, uma mulher ficou ferida em outro incêndio na base miliar do Comando Norte de Luzon em Tarlac, cerca de 100 quilômetros ao norte de Manila.

Este fogo foi causado por uma explosão, o que em um primeiro momento sugeriu a possibilidade de um ataque terrorista, mas esta finalmente foi descartada e as causas seguem sendo investigadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos