Morre Tara Palmer-Tomkinson, afilhada do príncipe Charles do Reino Unido

Londres, 8 fev (EFE).- Uma das afilhadas do príncipe Charles do Reino Unido, Tara Palmer-Tomkinson, que tinha sido diagnosticada com um tumor cerebral, foi encontrada morta aos 45 anos de idade em sua residência no sudoeste de Londres, informaram nesta quarta-feira veículos de imprensa locais.

A morte de Tara, uma das personagens mais assíduas da vida social londrina e das capas dos tablóides nos anos 1990, está sendo considerada, por enquanto, pela Polícia Metropolitana (Met) de Londres como uma morte "inexplicada".

No entanto, um porta-voz policial esclareceu que "a morte não está sendo tratada como suspeita".

Tara, que no passado teve problemas relacionados com a dependência de drogas, tinha recebido tratamento em 2016 por um tumor cerebral que não foi considerado maligno, segundo a imprensa.

A afilhada do príncipe de Gales, de família aristocrática, trabalhou durante uma temporada como colunista da publicação dominical "The Sunday Times" e protagonizou programas de televisão dedicados a celebridades.

Além disso, Tara sempre manteve uma estreita relação com a família real, sendo uma das convidadas no casamento dos duques de Cambridge, em abril de 2011.

Após a divulgação da notícia do falecimento de Tara Palmer-Tomkinson, o príncipe de Gales e a duquesa da Cornualha expressaram sua "profunda tristeza" e seus sentimentos de solidariedade para com os familiares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos