Reino Unido acolherá 350 menores refugiados não acompanhados da Europa

Londres, 8 fev (EFE).- O Reino Unido receberá 350 menores refugiados que se encontram sozinhos, sem a tutela de algum adulto, procedentes de outros lugares da Europa, anunciou nesta quarta-feira o secretário de Estado de Imigração do país, Robert Goodwill.

Este número, no entanto, está muito abaixo das 3 mil crianças vulneráveis e desacompanhadas que tanto ativistas como políticos queriam que fossem recebidas no Reino Unido.

A iniciativa faz parte de um programa adotado no ano passado pelo Executivo britânico, depois que o mesmo foi pressionado por diferentes setores para dar refúgio a menores em situação de vulnerabilidade, atualmente presentes em outros países europeus.

O recebimento dessas crianças, para o qual ainda não foi revelada uma data concreta, obedece a uma emenda à Lei de Imigração que exige que o governo britânico "adote medidas a fim de situar no Reino Unido um número específico de crianças refugiadas não acompanhadas procedentes de outros países na Europa e também ofereça apoio às mesmas".

Essa legislação foi aprovada em abril do ano passado, graças aos esforços realizados pelo parlamentar trabalhista Lord Dubs.

Assim, esta é a primeira vez em que o governo britânico oferece um número concreto de quantos menores de 18 anos poderão ser transferidos ao país em virtude do citado programa, após as consultas realizadas pelo Executivo com as diferentes prefeituras sobre suas capacidades para cuidar e oferecer apoio a essas crianças e adolescentes que estão em busca de asilo.

Em uma declaração escrita diante do parlamento, Goodwill indicou hoje que, no ano passado, mais de 900 solicitantes de asilo menores de idade e não acompanhados foram realocados no Reino Unido procedentes da Europa.

Esse número incluiu, lembrou o político, mais de 750 refugiados procedentes da França, como parte da colaboração britânica no desmantelamento do acampamento conhecido como a "Selva", em Calais.

Goodwill considerou que "o Reino Unido pode sentir orgulho de seu histórico de ajuda a menores refugiados".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos