Ataques da Turquia em Al Bab matam 25 civis em 2 dias

Beirute, 9 fev (EFE).- Pelo menos 25 civis morreram nos dois últimos dias por causa dos ataques aéreos e de artilharia turcos na cidade de Al Bab, reduto do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província síria de Aleppo, informou nesta quinta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG destacou que os combates entre o EI e rebeldes sírios, apoiados por aviões e carros de combate turcos, continuam no arredor ocidental de Al Bab, em pontos como o monte Al Sheikh Aquil e a região de Sukan al Shababi.

Na noite de terça-feira, os insurgentes sírios e as forças turcas atacaram de novo a cidade desde o lado oeste em uma tentativa de entrar em seu interior.

Em declarações à Agência Efe, o porta-voz da Brigada Al Hamza do Exército Livre Sírio (ELS), Mayed al Halabi, cujo grupo participa do ataque, afirmou ontem que os rebeldes tinham tomado o controle de uma rotatória no acesso oeste do povoado.

Por essa região também avançaram nas últimas semanas soldados governamentais sírios apoiados por equipes de elite do grupo xiita libanês Hezbollah e brigadas mecanizadas russas, que progrediram por áreas ao sul de Al Bab.

Hoje, as tropas leais ao governo sírio arrebataram dos jihadistas o domínio da cidade de Dirqaq e fazendas dos arredores, depois que o EI se retirou por causa do intenso fogo de artilharia, disse o Observatório.

Desta maneira, as forças governamentais estão agora ao sul da cidade de Abu Taltal, próxima ao povoado de Tadaf, ao sul de Al Bab. EFE

ssa/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos