Canadense diz que EUA negaram sua entrada no país por ter vídeos em árabe

Toronto (Canadá), 9 fev (EFE).- Uma canadense de origem marroquina denunciou nesta quinta-feira que as autoridades americanas negaram sua entrada no país porque seu celular continha vídeos em árabe, após ser questionada na fronteira sobre sua religião e pontos de vista sobre o presidente Donald Trump.

Fadwa Alaoui declarou hoje à emissora canadense "CBC" que no sábado foi interrogada por agentes fronteiriços dos Estados Unidos quando se dirigia à cidade americana de Burlington com seus dois filhos e um primo.

Alaoui, que vive em Montreal, afirmou que, após quatro horas de interrogatório no posto fronteiriço, as autoridades americanas negaram sua entrada no país.

A intenção de Alaoui era realizar compras em Burlington, que está situada a cerca de 150 quilômetros ao sul de Montreal.

Milhares de canadenses vão todos os fins de semana a shoppings americanos próximos à fronteira com o Canadá para aproveitar os reduzidos preços de produtos nos Estados Unidos.

"Me senti humilhada, tratada por assim dizer menos do que nada. Como se não fosse um canadense", comentou Alaoui à CBC.

A cidadã canadense explicou que a maioria das perguntas dos agentes se centraram em sua religião, se é praticante, a mesquita que frequenta e depois opinião sobre as políticas de Donald Trump.

Segundo seu relato, as autoridades americanas solicitaram revistar tanto seu telefone celular como o de seu primo.

Após inspecionar o conteúdo, os agentes perguntaram sobre os vídeos em árabe que, segundo Alaoui, eram orações diárias.

Os agentes finalmente negaram sua entrada nos Estados Unidos porque, segundo a declaração, os vídeos armazenados no telefone "são contra nós".

As autoridades canadenses declararam que estão trabalhando para esclarecer a situação, mas acrescentaram que a informação que têm nestes momentos é que é um caso isolado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos