Esposa de Liu Xiaobo diz não estar bem de saúde em primeiro contato em anos

Pequim, 9 fev (EFE).- Liu Xia, esposa de Liu Xiaobo, prêmio Nobel da Paz de 2010 e em prisão domiciliar, disse a uma amiga que não está bem de saúde, no primeiro contato feito com o exterior em anos.

A escritora tibetana Tsering Woeser confirmou nesta quinta-feira à Agência Efe que Liu a telefonou na quarta-feira durante a noite, com a voz "trêmula".

A mulher, que foi submetida à prisão domiciliar depois que seu marido foi premiado com o Nobel da Paz em 2010, é estritamente vigiada pela polícia, que trata de restringir seu contato com o exterior.

No entanto, Liu Xia, escritora e poeta, conseguiu ligar para Tsering Woeser, a quem a chamada pegou totalmente por surpresa.

"Não sabia o que dizer", reconhece Tsering Woeser, que tratou de encorajar sua amiga, que está há sete anos sem ver.

Em sua conversa, Liu disse que não está bem e que está doente, apesar do que tenta "aparentar".

A última vez que alguém viu a esposa de Liu Xiaobo foi em 2013, quando as autoridades lhe deixaram acompanhar o julgamento de seu irmão, Liu Hui, que foi preso por evasão fiscal entre críticas de ativistas, que consideraram sua sentença outro passo do regime contra a família.

Em dezembro desse mesmo ano, Liu Xia conseguiu publicar um escrito denunciando o isolamento que sofre desde 2010, que provocou problemas de saúde e econômicos e que a levou a ter de ser internada temporariamente em um hospital em fevereiro de 2014.

As medidas sofridas por Liu Xia são vistas por grupos em defesa dos direitos humanos como parte da "repressão" contra o Nobel Liu Xiaobo, que foi condenado a 11 anos de prisão em 2009 por "subversão".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos