Putin se mostra disposto a reunir-se com Trump na Eslovênia

Moscou, 10 fev (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, se mostrou disposto nesta sexta-feira a reunir-se com o governante dos Etados Unidos, Donald Trump, na Eslovênia, o país de nascimento da primeira-dama americana, Melania.

"No que diz respeito a Liubliana, à Eslovênia em geral, certamente é um lugar magnífico para manter um diálogo dessa classe", disse Putin em entrevista coletiva depois de uma reunião com o presidente esloveno, Borut Pahor.

"Se o encontro acontecer, não temos nada contra Liubliana", pois russos e americanos "já realizaram antes reuniões desse tipo" na capital eslovena, acrescentou Putin.

"No entanto, isto não depende só de nós, mas de uma série de circunstâncias e de assuntos de atualidade", afirmou o mandatário russo.

Além disso, o chefe do Kremlin agradeceu publicamente a Pahor o convite para visitar a ex-república iugoslava onde nasceu Melanija Knavs, hoje Melania Trump, em 26 de abril de 1970 e que Putin já havia visitado em julho do ano passado.

Durante a entrevista coletiva, Putin assegurou que espera o pleno restabelecimento das relações com os Estados Unidos, tanto no âmbito econômico como em questões de segurança e na solução de conflitos.

O chefe do Kremlin destacou que nos últimos cinco anos as relações russo-americanas "se deterioraram de maneira especialmente notável" e, "certamente, necessitam ser restauradas em interesse tanto do povo russo como do americano".

Contudo, Putin frisou que isso não depende apenas da Rússia "mas também da parte americana, que deve formar de maneira definitiva sua equipe e decidir em que âmbitos quer dialogar" com o Kremlin.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, expressou sua confiança em "lançar luz" sobre um possível encontro entre Putin e Trump após sua primeira reunião este mês com o novo secretário de Estado americano, Rex Tillerson.

"Os presidentes concordaram que seria desejável reunir-se o mais rápido possível. Ficamos encarregados de buscar o local e uma data que seja aceitável para ambos", disse Lavrov à televisão russa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos