Trump reitera que buscará na Justiça restauração de veto migratório

Washington, 10 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reiterou nesta sexta-feira que buscará na Justiça derrubar a decisão de um tribunal que ontem manteve bloqueado seu veto temporário à entrada de refugiados e cidadãos de sete países muçulmanos.

"Continuaremos o processo nos tribunais (...). E não tenho dúvida de que ganharemos esse caso particular", afirmou Trump em entrevista coletiva ao lado do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, na Casa Branca.

"Vamos manter nosso país seguro", frisou o presidente americano, ao ressaltar que fará "o que for necessário" para alcançar esse objetivo.

Trump também antecipou que seu governo fará "algo de maneira muito rápida" para a "segurança adicional" dos Estados Unidos.

"Vocês verão na próxima semana", disse ele, sem dar detalhes.

Um painel de três juízes - dois democratas e um republicano - do Tribunal de Apelações do Nono Circuito, com sede em San Francisco, na Califórnia, rejeitou ontem por unanimidade que o bloqueio ao veto ponha o país em risco, como argumenta o governo.

Antes da entrevista coletiva, Trump classificou a decisão judicial "vergonhosa" em mensagem em sua conta no Twitter - onte, tinha dito a jornalistas que ela foi "política".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos