Áustria investiga homem que se fantasiou de Hitler na cidade natal do ditador

Viena, 11 fev (EFE).- A Promotoria da Áustria abriu uma investigação sobre um homem que apareceu em público fantasiado de Adolf Hitler em Braunau, a cidade natal do ditador nazista da Alemanha, que fica no estado federado de Alta Áustria.

Segundo o jornal ""Oberösterreichischen Nachrichten", o homem, com idade entre 25 e 30 anos, foi visto em uma livraria enquanto folheava revistas sobre a Segunda Guerra Mundial, e em um bar que costuma frequentar. No local, ele disse se chamar "Harald Hitler".

Além disso, o homem teria posado para uma foto diante da casa onde Hitler nasceu.

O uso de símbolos do nazismo é proibido na Áustria, país que foi anexado pelo Terceiro Reich de Hitler em 1938.

"Em qualquer caso, uma perceptível glorificação da pessoa de Adolf Hitler é um crime punível", indicou o porta-voz da promotoria, Alois Ebner, à agência "APA", após confirmar o início da investigação.

O principal suspeito vive em Braunau e não tem antecedentes penais, de acordo com o porta-voz.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos