Confrontos entre manifestantes e Polícia deixam vários feridos em Bagdá

Bagdá, 11 fev (EFE).- Várias pessoas ficaram feridas neste sábado em Bagdá quando as Forças de Segurança iraquianas lançaram gás lacrimogêneo contra milhares de pessoas que se manifestavam perto da Zona Verde, informaram testemunhas à Agência Efe.

Os manifestantes tentaram avançar rumo à entrada da zona de alta segurança, onde ficam as sedes do parlamento e do governo e embaixadas ocidentais, e isto fez à Polícia lançar gás lacrimogêneo para dispersar o grupo. A ação deixou várias pessoas feridas e asfixiadas, mas o total de atingidos não foi divulgado.

Milhares de iraquianos seguidores do influente clérigo xiita Moqtada al-Sadr estão na Praça Tahrir, no centro de Bagdá, para pedir a dissolução da comissão eleitoral e reformas políticas, depois que o líder convocou este protesto quarta-feira passada. As testemunhas disseram à Efe que pelo menos duas pessoas morreram, mas nenhuma autoridade confirmou o dado oficialmente.

O Comitê Central para a Organização de Protestos informou em comunicado, lido por um dos membros perante os manifestantes, que eles rejeitam "politizar a comissão eleitoral". No discurso, o comitê ameaçou fazer um acampamento até a dissolução da comissão suprema das eleições e pediu uma reforma eleitoral.

O primeiro-ministro iraquiano, Haider al Abadi, afirmou através de uma nota que todas as pessoas têm o direito a se manifestar, mas que, ao mesmo tempo, têm que "ter o compromisso com a lei e a ordem pública em uma época em que as forças iraquianas combatem" os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI).

Grupos políticos opositores, principalmente o liderado por Moqtada al-Sadr, pressionaram há meses o primeiro-ministro Haider al Abadi para fazer amplas reformas políticas para acabar com a corrupção e o sectarismo no seio das instituições, além de melhorar a eficiência do governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos