Egito reabre passagem de Rafah por 3 dias para casos humanitários

Gaza, 11 fev (EFE).- As autoridades egípcias abriram neste sábado a passagem de Rafah com a Faixa de Gaza durante três dias para casos humanitários, informou o Ministro do Interior do Hamas, que controla a região.

"O Egito reabriu a fronteira com Gaza em ambas as direções durante três dias, para permitir a passagem aos casos humanitários na Faixa", detalhou o comunicado.

A última vez que o governo liberou o trânsito foi há dez dias e o manteve aberto durante quatro.

"Esperamos que o Egito mantenha a passagem aberta permanentemente para aliviar o forte bloqueio israelense imposto em Gaza há dez anos", declarou o Ministério.

Desde o golpe de Estado de 2013 que derrubou o então presidente egípcio, o islamita Mohammed Mursi, o Egito mantém a fronteira com Gaza fechada e só permite a passagem de forma intermitente, o que agravou o impacto do bloqueio israelense.

O fechamento de Rafah deixa 2 milhões de habitantes de Gaza em um fechamento praticamente total, pois Israel mantém seladas suas fronteiras desde 2007 e permite o cruzamento só em circunstâncias excepcionais e com permissões especiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos