Policial morre em confronto com manifestantes no centro de Bagdá

Bagdá, 11 fev (EFE).- Um policial iraquiano morreu e sete oficiais ficaram feridos em enfrentamentos neste sábado com milhares de pessoas que se manifestavam em torno da Zona Verde, informaram uma fonte de segurança à Agência Efe e o Comando de Operações de Bagdá.

Por outro lado, pessoas que estavam no local disseram à Efe que pelo menos dois indivíduos do público morreram e dezenas sofreram ferimentos depois que as Forças de Segurança lançaram gás lacrimogêneo para dispersar o protesto. A Zona Verde é uma área de alta segurança e que concentra prédios públicos e embaixadas.

O Comando de Operações de Bagdá, responsável pela segurança na cidade, indicou em comunicado que "um soldado morreu e sete ficaram feridos após disparos de alguns infiltrados entre os manifestantes". De acordo com o órgão, os confrontos começaram "depois que o grupo que protestava saiu da área permitida para fazer manifestações, dando início a um enfrentamento com as forças de segurança".

Na última quarta-feira, influente clérigo xiita Moqtada al-Sadr convocou uma manifestação para este sábado e, atualmente, milhares de iraquianos estão na Praça Tahrir, no centro de Bagdá, para pedir a dissolução da comissão eleitoral e reformas políticas.

No entanto hoje, ele pediu para os manifestantes se retirarem da praça porque "algumas partes desconhecidas usaram uma força exagerada contra os pacíficos manifestantes". Ele afirmou que se apelo é para "deter o derramamento de sangue inocente e salvá-los das mãos do terrorismo governamental".

Além disso, se dirigiu ao primeiro-ministro iraquiano, Haider al Abadi, pedindo para que "ele assume a responsabilidade do ocorrido". EFE

sy/cdr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos