Milhares de jovens chavistas fazem manifestação de apoio a Maduro em Caracas

Caracas, 12 fev (EFE).- Milhares de jovens chavistas, provenientes de várias partes da Venezuela, foram às ruas de Caracas neste domingo para apoiar o presidente do país, Nicolás Maduro.

Com bandeiras, cartazes e vestidos de vermelho - a cor do chavismo - ou com uniformes escolares, os manifestantes iniciaram o ato por volta das 12h locais (14h em Brasília), rumo ao Palácio de Miraflores, sede do governo.

O próprio Maduro deu início à passeata, que começou a 6 quilômetros de Miraflores, durante seu programa semanal na televisão. Segundo o presidente, a manifestação era realizada em "comemoração da batalha da vitória e da juventude patriótica".

A coordenadora da juventude do Partido Socialista Unido da Venezuela, Andreina Tarazon, disse à emissora estatal "NTV" que os chavistas foram às ruas para lutar em meio uma "brutal guerra econômica contra nosso país".

"Temos em Miraflores um homem que não poupou em nenhum momento políticas públicas para continuar fortalecendo os jovens", disse.

O deputado chavista Darío Vivas lembrou a passeata da oposição de 12 de fevereiro de 2014, que acabou com três mortos, vários feridos e a prisão de líderes como Leopoldo López, que foi condenado a quase 14 anos de prisão.

"Queremos mandar uma mensagem de paz, de convivência, para que não se repita a violência criminosa da política da direita", afirmou o parlamentar.

Líderes estudantis e partidos de oposição também convocaram uma manifestação contra Maduro, que será realizada durante a tarde no leste da capital venezuelana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos