Trump deixa a Flórida entre gritos de opositores e simpatizantes

iami, 12 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, terminou neste domingo entre saudações de simpatizantes e protestos de opositores sua estadia em Palm Beach (Flórida), onde esteve no fim de semana junto com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e sua esposa.

A comitiva que transportou o presidente e esposa até o aeroporto de West Palm Beach, onde o esperava o avião Air Force One, atravessou um trecho do Southern Boulevard no qual grupos de simpatizantes e até uma centena de opositores lhe mostraram sua antipatia.

Os manifestantes expressaram sua rejeição aos projetos de gasodutos e oleodutos aprovados pela Administração Trump, incluindo um na Flórida, entre outras recentes medidas assinadas pelo presidente.

Apesar de grupos de simpatizantes e opositores estarem na rua um em frente ao outro, não se registraram incidentes e ambas as concentrações transcorreram com normalidade.

Fiel a seu estilo, Trump escreveu uma mensagem no Twitter, aparentemente a bordo do comboio que o levava ao aeroporto e no qual escreveu: "Deixando a Flórida. Grandes multidões de entusiastas partidários alinhados no caminho que os veículos de imprensa de FALSAS NOTÍCIAS se negam a mencionar. Muito desonesto!".

Trump e esposa decolaram a bordo do Air Force One rumo a Washington por volta das 17h30 (horário local, 20h30 em Brasília), após permanecer desde sexta-feira na residência de luxo e clube social Mar-a-Lago, onde teve como convidado Shinzo Abe e sua esposa, Akie.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos