Trump diz que operações contra imigrantes respondem à promessa da campanha

Washington, 12 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse neste domingo, pelo Twitter, que o aumento das operações para prender imigrantes ilegais responde a uma das promessas feitas por ele na campanha, além de afirmar que a maioria das pessoas que serão deportadas são membros de gangues e traficantes de drogas.

"A campanha contra criminosos ilegais é meramente a manutenção da minha promessa de campanha. Membros de gangues, traficantes de drogas e outros estão sendo deportados", escreveu Trump.

Trump assinou no dia 25 de janeiro duas ordens executivas sobre migração. Além de exigir a construção de um muro na fronteira com o México, ele pedia a contratação de agentes para aumentar as operações na busca de imigrantes ilegais, com foco em pessoas com antecedentes, mas também em crimes menores sem condenação.

Isso representa um endurecimento das deportações em relação ao governo de Barack Obama, que dava prioridade às pessoas condenadas ou que tinham cometido crimes graves anteriormente.

Nos últimos dias, agentes do Escritório de Imigração e Alfândegas (ICE) aumentaram as operações na busca por imigrantes ilegais. Segundo ativistas e organizações civis, foram capturados para deportação pessoas que também não tinham antecedentes criminais.

O medo se propagou nas principais cidades americanas com importante presença de imigrantes, e os protestos se estenderam por todo o país, com tentativa de bloquear a transferência dos detidos.

Funcionários da imigração e os agentes negaram que as operações sejam uma tentativa coordenada de acelerar as deportações e asseguraram que as ações são "rotineiras".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos