Danos em represa na Califórnia forçam evacuação de quase 200 mil pessoas

Los Angeles (EUA), 12 fev (EFE).- Quase 200 mil pessoas foram evacuadas de diversas zonas do norte da Califórnia pelos severos danos detectados em um vertedouro da barragem de Oroville, embora a ameaça de uma inundação tenha diminuído nas últimas horas, informaram nesta segunda-feira meios de comunicação locais.

As autoridades ordenaram a evacuação de pelo menos 188 mil habitantes da zona pela "potencial" derrubada de uma seção do vertedouro de emergência de Oroville, a represa mais alta dos EUA, situada a cerca de 250 quilômetros ao nordeste de São Francisco.

As fortes chuvas debilitaram o canal de transbordamento do pântano, de 230 metros de altura, e a ruptura da estrutura dessa estrutura "resultaria em uma liberação incontrolada de águas do lago Oroville", segundo a advertência emitida pelo Serviço Meteorológico Nacional (NWS, sigla em inglês).

O governador da Califórnia, Jerry Brown, também emitiu uma ordem de emergência estadual para ajudar as autoridades locais nos trabalhos de emergência e nas evacuações, revelou o canal de televisão "CNN".

Em vista do risco, as autoridades emitiram uma ordem de evacuação das localidades de Oroville, Palermo, Gridley, Thermalito, South Oroville, Oroville Dam, Oroville East e Wyandotte.

No entanto, funcionários locais advertiram nas últimas horas que a ameaça reduziu porque o nível de água da represa tinha diminuído e já não saturava o canal de desaguamento afetado, segundo "Los Angeles Times".

Além disso, o xerife do condado de Butte, Kory L. Honea, afirmou que o Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia notificou que a erosão "não avançava tão rapidamente se pensava" e que a crise poderia ser evitada, indicou a "CNN".

Apesar disso e embora a represa não tenha sido afetada, a situação em Oroville continua sendo precária, segundo o "Los Angeles Times ", que revelou que a causa do alerta foi a descoberta de um buraco que, segundo fontes oficiais, as autoridades tapam com rochas enquanto reduzem o nível de água da represa.

Após a advertência do NWS, Honea afirmou que havia "uma preocupação significativa" que o buraco pudesse comprometer a integridade do desaguamento, o que podia dar lugar a uma liberação "abundante" de água.

"Tivemos que tomar a crítica e difícil decisão de iniciar a evacuação da área de Oroville", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos