Miliciano das brigadas do Hamas morre após desabamento de túnel em Gaza

Gaza, 13 fev (EFE).- Um miliciano palestino do braço armado do movimento islamita Hamas morreu nesta segunda-feira após o desabamento de um túnel na região de Khan Yunis, no sudoeste da Faixa de Gaza, informaram fontes oficiais.

"Ahmed Al Braim foi levado sem vida ao hospital", declarou o porta-voz do Ministério da Saúde, Ashraf Al Qedra.

As Brigadas Al Qasam, ala militar do Hamas, emitiram um breve comunicado no qual identificaram Al Braim como um membro do grupo e acrescentaram que "morreu em uma missão militar especial" dentro de um túnel em Khan Yunis.

Gaza conta com vários túneis cavados em seu subsolo, principalmente, em zonas fronteiriças.

Na divisória com Israel, os túneis têm caráter ofensivo e foram o principal alvo da última operação militar israelense de envergadura contra o enclave litorâneo, em 2014, que causou a morte de mais de 2,2 mil palestinos, dois terços deles civis, e de 73 israelenses, 67 deles soldados.

Na fronteira com o Egito, os túneis são usados para introduzir materiais, produtos e inclusive pessoas, e fugir do bloqueio imposto por Israel desde que em 2007 o Hamas tomou o controle do enclave. EFE

sar-lfp/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos