Prefeitos peruanos cavalgam 5 dias até Lima para pedir água ao presidente

Lima, 13 fev (EFE).- Quatro prefeitos dos Andes peruanos cavalgaram durante cinco dias até chegar nesta segunda-feira a Lima para tentar reunir-se com o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, e pedir a instalação de redes de água potável e de desaguamento, além de sistemas de irrigação.

A manifestação, batizada como "grande cavalgada de sacrifício pelo desenvolvimento dos povos de Junín", partiu na quinta-feira passada da praça principal da cidade andina de Huancayo, capital da região de Junín, que se encontra no centro do território peruano.

A comitiva está composta pelos prefeitos de Quilcas, Dennys Cuba; de San Agustín de Cajas, Percy García; de Huacrapuquio, Génesis García; e de Paca, Gilber Aquino.

As autoridades locais atravessaram a cordilheira dos Andes a cavalo em um percurso de cerca de 300 quilômetros até chegar à capital peruana.

Cuba explicou à emissora "América Televisión" que se trata de uma manifestação de esperança e reivindicativa "dos povos mais esquecidos de Junín", cuja população em conjunto alcança os 60.000 habitantes.

"Temos necessidades muito urgentes. A mudança climática nos afetou extremamente, e há escassez de água. Isso é o que queremos explicar ao presidente", acrescentou.

O prefeito garantiu ainda que não retornarão a seus respectivos municípios até que Kuczynski atenda as necessidades de infraestrutura que reivindicam.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos