Premiê israelense viaja aos EUA para seu 1º encontro com Donald Trump

Jerusalém, 13 fev (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, tomou nesta segunda-feira o avião com destino a Washington, nos Estados Unidos, acompanhado de sua mulher Sara, para seu primeiro encontro com o presidente americano Donald Trump, programado para a próxima quarta-feira.

"O presidente Trump e eu coincidimos nos perigos que emanam da região, assim como nas oportunidades. Falaremos de ambos e também da melhora das relações entre Israel e Estados Unidos em muitos, muitos aspectos", declarou Netanyahu antes de iniciar a viagem.

Em sua página no Facebook, o premiê deixou outra mensagem em hebraico e inglês, junto às bandeiras dos dois países, na qual garantiu que a aliança entre americanos e israelenses sempre foi sempre forte e "está a ponto de ficar mais forte".

Netanyahu confirmou que também se reunirá com o vice-presidente dos EUA Mike Pence, com o secretário de Estado Rex Tillerson, e com líderes republicanos e democratas da Câmara e do Senado americanos.

O avião decolou por volta das 15h locais (11h de Brasília) e está previsto que aterrisse nos EUA cerca de 12 horas depois.

O Irã e os palestinos marcarão a agenda do encontro com Trump, ao qual Netanyahu chega pressionado pelo ala nacionalista para rejeitar oficialmente a solução de dois Estados no Oriente Médio.

"Temos que fazer todos os esforços para evitar um confronto", disse Netanyahu sobre esta questão ontem a seus ministros em uma reunião do Gabinete, segundo o jornal israelense "Ha'aretz", que cita fontes oficiais.

O chefe de governo lembrou aos ministros que Trump aposta pela reativação das negociações entre palestinos e israelenses.

O líder do partido opositor Yesh Atid, Yair Lapid, desejou boa sorte ao líder israelense e pediu apoio, tanto à oposição como aos membros do Executivo e da coalizão governamental, durante esta visita.

"As relações com os Estados Unidos são um dos pilares da segurança nacional de Israel e é importante para construir boas relações de trabalho com a nova administração desde o primeiro dia", afirmou Lapid em comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos