Lady Gaga e Ariana Grande condenam lei que limita direitos dos transgêneros

Austin (EUA), 14 fev (EFE).- Mais de 135 artistas, entre eles Lady Gaga e Ariana Grande, divulgaram nesta terça-feira uma carta contra um projeto de lei no estado americano do Texas que, caso seja aprovada, obrigará os transgêneros a usarem os banheiros públicos que correspondam ao sexo de nascimento, não à identidade de gênero.

Este projeto de lei, conhecido como SB6, está sendo debatido na sessão legislativa bienal do estado. A medida determina que as pessoas transgênero usem os banheiros das escolas públicas, edifícios governamentais e universidades públicas em função do "sexo biológico".

Os artistas lamentaram que vários projetos de lei dos legisladores texanos tenham como objetivo cortar os direitos da comunidade LGBT (lésbicas, gays, transexuais e bissexuais) no Texas, por isso disseram estar "profundamente preocupados" em carta divulgada no Dia de São Valentim.

Além de Lady Gaga e Ariana Grande, Alicia Keys, Cyndi Lauper e atrizes como Jennifer Lawrence e Emma Stone e o apresentador Jimmy Kimmel também assinaram o texto.

Os artistas se comprometeram a fazer tudo o que estiver ao alcance para garantir que os fãs se sintam "seguros e bem-vindos" em todos os lugares nos quais se apresentam.

Na carta, dirigida aos legisladores e senadores do Texas, os artistas criticaram que estes projetos de lei pretendam tornar ainda mais difícil a vida dos transexuais, que são submetidos a assédios e faltas de respeito diariamente.

Este grupo de artistas não foi o único coletivo a mostrar repúdio ao SB6, Várias associações de negócios e esportivas recomendaram que o estado não aprove a polêmica lei.

A Liga Nacional de Futebol Americano (NFL) advertiu aos legisladores do Texas no fim de semana passado que o Super Bowl (final do campeonato) não será mais realizado no estado caso a lei seja aprovada.

O porta-voz da NFL, Brian McCarthy, comentou que "se uma proposta discriminatória ou incoerente com nossos valores se transformar em lei, será um fator importante a ser levado em consideração ao conceder eventos futuros".

O SB6 está no centro da polêmica da atualidade texana desde que o vice-governador do estado, o republicano Dan Patrick, disse apoiar este projeto por questões de privacidade e segurança já que no momento "se permite que homens entrem nos banheiros e vestiários de mulheres", ao se referir aos transexuais nascidos homens.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos