Londres convoca embaixador da Coreia do Norte após "ações provocadoras"

Londres, 14 fev (EFE).- O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido convocou nesta terça-feira o embaixador em Londres da Coreia do Norte, Choe Il, após as "ações provocadoras" de Pyongyang, que no domingo realizou o lançamento de um míssil de médio alcance.

O governo britânico urgiu que a Coreia do Norte deixe de efetuar testes balísticos que "ameaçam a paz e a segurança internacionais", informou um porta-voz do Foreign Office em comunicado.

Londres espera que Pyongyang "volte a integrar-se na comunidade internacional e dê passos críveis e concretos para dar prioridade ao bem-estar de sua própria gente, ao invés de desenvolver programas nucleares e mísseis", afirmou essa fonte.

O Conselho de Segurança da ONU se reuniu na segunda-feira com caráter de urgência para condenar de forma unânime o último teste de um míssil norte-coreano, que caiu no Mar do Japão.

"O Reino Unido apoia completamente a forte condenação do Conselho de Segurança", afirmou a nota do Ministério das Relações Exteriores, que ressalta que as ações do regime liderado por Kim Jong-un "violam diretamente múltiplas resoluções" da ONU.

Os testes balísticos da Coreia do Norte "representam uma ameaça para a segurança internacional", destacou a diplomacia britânica, razão pela qual considera que "esse tipo de atividade desestabilizadora deve terminar".

O texto aprovado pelo Conselho de Segurança ameaça impor novas "medidas significativas" contra o regime de Pyongyang, que se somariam às sanções já em vigor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos