Bombardeios da coalizão árabe matam 6 mulheres durante funeral no Iêmen

Sana, 15 fev (EFE).- Pelo menos seis mulheres morreram e outras 20 ficaram feridas nesta quarta-feira após um duplo bombardeio da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita durante um funeral ao norte de Sana, informaram à Agência Efe fontes de Interior e do escritório da ONU na capital do Iêmen.

Por sua parte, a emissora de televisão "Al Masira", controlada pelos rebeldes houthis, informou que um bombardeou atingiu o funeral, no qual se encontravam dezenas de mulheres na cidade de Sheraa, 30 quilômetros ao norte de Sana.

As unidades de emergência recuperaram até o momento cinco corpos e mantêm ainda a busca por mais vítimas sob as ruínas do local, e a emissora acrescentou que vários aviões da coalizão seguem sobrevoando a área.

Uma fonte do Ministério do Interior no governo houthi confirmou à Efe a morte das seis mulheres, e informou sobre "dezenas de feridos" como apuração provisória.

Testemunhas disseram à Efe que outro bombardeio foi lançado no local quando as unidades médicas resgatavam as vítimas feridas e os mortos de debaixo dos escombros.

Essas mesmas fontes acrescentaram que o funeral aconteceu na casa de um dos membros da tribo de Al Nakey, que foi destruída totalmente pelos dois bombardeios.

O ataque foi dirigido contra uma casa que pertence ao dirigente do partido Congresso Popular Geral - aliado dos houthis -, Ibrahim Mohammed al Nakey, segundo fontes da legenda.

Arhab está controlada pelos houthis e se situa 30 quilômetros ao oeste da região de Naham, palco de violentos combates entre os houthis e as forças governamentais apoiadas pela coalizão árabe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos