Trump liga para Macri e reitera convite para visita a Washington

Buenos Aires, 15 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conversou nesta quarta-feira com o presidente da Argentina, Mauricio Macri, reiterando o convite para que ele visite Washington, em um diálogo que abordou a América Latina e a situação da Venezuela, de forma particular.

Durante a conversa, que durou cinco minutos e a segunda entre eles desde que o republicano venceu as eleições em novembro do ano passado, Trump disse estar muito feliz por já estar gerando novos empregos nos EUA, de acordo com nota da presidência argentina.

"O diálogo foi muito cordial e de muita proximidade entre ambos", acrescentou a nota, sem dar muitos detalhes sobre a conversa.

Macri e Trump, que se conhecem há vários anos por negócios ligados com o grupo do pai do presidente argentino, o empresário Franco Macri, acertaram que os chanceleres dos dois países, que amanhã se reunirão na Alemanha durante um encontro de ministros do G20, coordenem a data para um encontro bilateral entre os líderes em Washington.

O presidente da Argentina recebeu a ligação na residência presidencial de Olivos e estava acompanhado pelo chefe do Gabinete de Ministros, Marcos Peña, que tinha revelado mais cedo que a conversa ocorreria após um pedido dos EUA.

Em novembro, no primeiro diálogo entre os dois depois da vitória eleitoral de Trump, os líderes lembraram de sua "histórica relação pessoal e se comprometeram a trabalhar em uma agenda comum para o crescimento dos países", informou a presidência da Argentina.

"A Argentina é um grande país e teremos a mais próxima relação entre nossos países da história", disse Trump após a primeira conversa, de acordo com fontes da Casa Rosada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos