Alemanha afirma que solução dos dois Estados é a única "realista"

Bonn (Alemanha), 16 fev (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Sigmar Gabriel, considerou nesta quinta-feira que "a única solução realista" no Oriente Médio para reduzir o conflito entre israelenses e palestinos é a de constituir, junto ao israelense, um Estado palestino.

Gabriel fez estas declarações na entrevista coletiva que ofereceu ao término da primeira sessão plenária da reunião de ministros das Relações Exteriores do G20, que acontece entre hoje e amanhã em Bonn (oeste da Alemanha), e após as dúvidas expressadas pelos Estados Unidos a este respeito.

O chefe da diplomacia alemã demonstrou sua "preocupação" pela expansão dos assentamentos israelenses e pela legalização de outros que chamou de "ilegais", questões que, segundo sua opinião, tornam "impossível" avançar rumo à solução dos dois Estados.

O presidente dos EUA, Donald Trump, se distanciou ontem de uma política mantida por seus três antecessores ao insinuar que um só Estado pode ser a solução para o conflito palestino-israelense, apesar de não ter descartado a tradicional dos dois Estados e ter pedido a Israel que "contenha um pouco" a expansão dos assentamentos.

Neste sentido, a embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, ressaltou hoje que seu país segue apoiando "absolutamente uma solução de dois Estados" para o conflito do Oriente Médio, apesar de reconhecer que também está aberto a novas ideias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos