Procuradora venezuelana viaja ao Brasil para abordar caso Odebrecht com Janot

Caracas, 16 fev (EFE).- A procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, viajou ao Brasil para se reunir nesta quinta-feira com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e abordar o caso de corrupção da construtora Odebrecht e suas ramificações no país.

"Em algumas horas me reunirei no Brasil com o procurador-geral, Rodrigo Janot, para abordar o caso de corrupção da Odebrecht", escreveu Luisa em sua conta no Twitter.

Posteriormente, o Ministério Público venezuelano emitiu uma nota de imprensa na qual informou que sua "máxima autoridade terá este encontro institucional no Brasil após receber um convite formal".

A Justiça da Venezuela ordenou o congelamento das contas bancárias que a construtora brasileira tinha no país e proibiu a alienação ou taxação de seus bens, móveis e imóveis.

Em dezembro de 2016, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos revelou documentos nos quais detalhava que a Odebrecht pagou US$ 788 milhões em propina em 12 países da América Latina e África.

No caso da Venezuela, a empresa teria desembolsado US$ 98 milhões para obter a concessão de obras públicas.

Algumas destas obras não foram concluídas, e o governo venezuelano anunciou uma nova injeção de recursos e um plano para reativar os trabalhos com mão de obra local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos