Trump indica advogado hispânico para assumir Departamento de Trabalho

Washington, 16 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou nesta quinta-feira o advogado hispânico Alexander Acosta para comandar o Departamento de Trabalho, após Andrew Puzder ter desistido do cargo.

O anúncio foi feito por Trump na Casa Branca. Acosta, filho de imigrantes cubanos, ex-membro da Junta Nacional de Relações Trabalhistas, será o primeiro hispânico do governo do republicano caso seja confirmado pelo Senado.

Acosta não participou do anúncio, mas Trump disse que tinha conversado com ele. "Ele será um estupendo secretário de Trabalho", destacou o presidente, citando a confirmação de Mick Mulvaney como novo diretor do Escritório de Orçamento da Casa Branca.

Nascido em Miami, Acosta é formado em Direito e Economia pela Universidade de Harvard. O escolhido de Trump foi membro da Junta Nacional de Relações Trabalhistas, trabalhou como advogado na Divisão de Direitos Civis durante o governo de ex-presidente George W. Bush e, mais recentemente, foi decano da Faculdade de Direito da Universidade Internacional da Flórida.

Puzder desistiu do Departamento de Estado ontem após ter recebido várias críticas de senadores republicanos e democratas por seu histórico empresarial e pessoal. Ele seria ouvido em uma audiência de confirmação no Comitê de Saúde e Educação no Senado hoje.

A decisão ocorreu depois de líderes republicanos no Congresso terem recomendado que a Casa Branca substituísse Puzder porque ele não tinha os apoios necessários para ser confirmado no cargo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos