Escolas públicas de Denver protegerão estudantes imigrantes ilegais nos EUA

Denver (EUA.), 17 fev (EFE).- A Superintendência de Escolas Públicas de Denver anunciou nesta sexta-feira que as instituições da cidade serão "locais seguros e de aceitação" para todos os alunos, inclusive para os imigrantes ilegais.

"À luz de recentes eventos locais e nacionais relacionados com imigração e refugiados, a Superintendência de Escolas Públicas de Denver decidiu responder ao temor e à incerteza que muitos de nossos estudantes e famílias estão sentindo", disse Lisa Flores, membro da direção do órgão.

Além da ideia de construir um muro na fronteira com o México, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, começou operações em várias regiões do país e ameaçou reduzir o repasse de recursos das cidades que se neguem a colaborar com as autoridades migratórias.

A resolução das escolas de Denver enfatiza que as atividades de agentes federais de imigração nas instituições ou em ônibus escolares interferem nos direitos constitucionais dos alunos, incluindo o direito de não serem alvo de detenções ou revistas sem motivo, e à educação pública gratuita.

"Existe uma grande força e solidariedade ao estarmos juntos como comunidade para proteger os direitos de nossos estudantes", ressaltou Flores.

Dentro das escolas da superintendência, 56% dos 91 mil estudantes é hispânico. Outros 20% pertencem a outras minorias.

Desde a eleição de novembro de 2016, a organização Pais e Jovens Unidos de Denver recolheu mais de mil assinaturas para pedir que as escolas fossem declaradas como "santuários" para os estudantes e as famílias que estão sob risco de deportação.

Por isso, a Superintendência de Escolas Públicas de Denver não coletará informações sobre a situação imigratória dos estudantes e nem repassará esses dados para o governo federal sem uma ordem judicial, segundo a resolução.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos