Angelina Jolie estreia filme sobre genocídio cambojano em Siem Reap

Siem Reap (Camboja), 18 fev (EFE).- A atriz e diretora americana Angelina Jolie estreia neste sábado, na cidade de Siem Reap, o filme "First They Killed My Father: A Daughter of Cambodia Remembers", o primeiro filme de Hollywood sobre o genocídio do Khmer Vermelho rodado em sua totalidade em khmer e em território cambojano.

"Queria compreender o que os pais do meu filho (mais velho) podem ter passado, e queria conhecer essa história melhor, este país melhor, e espero ter honrado os que sobreviveram", disse hoje a diretora do filme em entrevista coletiva.

O rei Norodom Sihamoni do Camboja e a rainha-mãe, Norodom Monineath, assistirão à projeção no Terraço dos Elefantes do turístico complexo de templos de Angkor, situado nos arredores de Siem Reap.

O filme, coproduzido pelo diretor cambojano indicado ao Oscar Ritthy Panh e distribuído pela plataforma de televisão Netflix, é uma adaptação das memórias da ativista cambojana Loung Ung durante os anos que de governo do Khmer Vermelho (1975-1979).

Narra, desde a perspectiva de uma menina de cinco anos, o horror da evacuação em massa de Phnom Penh e sua luta por sobreviver durante aqueles anos nos quais morreu um quarto da população do Camboja (cerca de 1,7 milhão de pessoas) por causa da fome, dos trabalhos forçados e das execuções.

"Queria percorrer esta história desde um ponto de vista diferente e queria me estabilizar não só na guerra, mas no amor das famílias e na juventude do país", manifestou Jolie.

Ritthy Panh, que também sobreviveu aos anos do Khmer Vermelho, declarou na entrevista coletiva que para entender a história é necessário escrevê-la primeiro. "Se não a escreve, não pode entendê-la".

A atriz Sveng Socheata, que interpreta a mãe de Loung Ung no longa-metragem, agradeceu Angelina com lágrimas nos olhos porque "levou esta história ao mundo"

Milhares de pessoas, na grande maioria cambojanos, participaram como extras, técnicos e outros trabalhos relacionados com a produção em várias localizações no país entre novembro de 2015 e fevereiro de 2016.

Entre os lugares onde o filme foi rodado, destaca-se a cidade de Battambang, situada no noroeste do país, um dos redutos do Khmer Vermelho e onde nasceu o primeiro filho de Jolie, Maddox Chivan Jolie-Pitt, que foi adotado em 2002.

"Espero e acredito que eduquei meu filho para que esteja muito orgulhoso do Camboja, e espero que o povo jovem veja o filme e saiba de parte de sua história, mas também espero que vejam que este é um país de talento, arte, amor e beleza", manifestou a produtora americano.

Maddox esteve presente durante a rodagem para que ajudasse Angelina a conhecer melhor suas origens.

""First They Killed My Father: A Daughter of Cambodia Remembers", terá várias projeções abertas ao público no Camboja e o Netflix o oferecerá no âmbito internacional em setembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos