Stoltenberg se alinha com EUA e insiste em pedir mais despesas em defesa

Munique (Alemanha), 18 fev (EFE).- O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, se alinhou neste sábado novamente com o pedido dos Estados Unidos a seus aliados para que invistam mais em defesa, e afirmou que a habilidade da Aliança para cumprir sua missão depende que todos contribuam de forma proporcional e justa.

Durante a Conferência de Segurança de Munique, Stoltenberg ressaltou também a necessidade de reforçar as capacidades de defesa europeias e lembrou que o compromisso dos aliados foi "não foi só gastar mais, mas gastar melhor", o que exige abordar a "extremamente sensível" questão da integração da indústria militar.

Como prova de que se trata de um assunto delicado, lembrou que, como primeiro-ministro da Noruega, decidiu comprar fragatas espanholas ao invés de norueguesas, que eram mais caras, e por isso perdeu as eleições.

Sobre o compromisso orçamentário, Stoltenberg considerou que se está em um bom caminho, já que no ano passado a despesa militar dos países da Otan aumentou US$ 10 bilhões, 3,8% em termos reais, mas advertiu que resta muito a fazer para alcançar o compromisso de destinar 2% do Produto Interno Bruto (PIB) à defesa.

Além disso, o secretário-geral da Otan defendeu o laço transatlântico e se mostrou convencido de que quando o presidente americano, Donald Trump, diz "América primeiro" não significa "América sozinha".

"A Europa precisa da América do Norte e a América do Norte precisa da Europa", destacou.

Stoltenberg defendeu ainda uma Aliança que atue de forma "defensiva, moderada e proporcional" para prevenir conflitos e preservar a paz na Europa, palavras que não agradaram um político russo presente no auditório que lhe reprovou por falar em nome do continente e lhe advertiu que a Otan "divide a Europa".

Perante seus comentários, o norueguês ressaltou que "uma Otan forte é boa para toda Europa", e lembrou que a organização não está formada só pelos 28 países aliados, já que a eles se somam 40 nações associadas, desde a região nórdica, até os Bálcãs e o leste da Europa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos