Trump ataca imprensa em comício e promete ganhando dela

Orlando (EUA), 18 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a atacar neste sábado os veículos de comunicação em um comício na Flórida e prometeu continuar ganhando deles como fez nas primárias e nas eleições presidenciais.

"Apesar de todas suas mentiras, de suas tergiversações e suas falsas histórias, não puderam nos derrotar nas primárias e não puderam nos derrotar nas eleições", disse Trump para 9.000 correligionários em um comício no hangar do aeroporto internacional de Orlando-Melbourne.

"E continuaremos expondo-os pelo que são. E mais importante, continuaremos ganhando, ganhando e ganhando", falou.

Trump começou seu discurso com uma longa lista de críticas à imprensa após publicar na sexta-feira no Twitter que "os veículos de imprensa com notícias falsas", entre eles o "New York Times" e a "CNN", são "o inimigo do povo americano".

"Quero falar com vcs sem o filtro das notícias falsas", disse o presidente.

"A imprensa desonesta simplesmente não quer informar da verdade. Disseram que estamos equivocados já durante dois anos. Não o entendem. Mas estão começando a entendê-lo. Isso posso dizer a vocês", comentou.

Segundo Trump, a imprensa se tornou uma grande parte do problema e são parte do sistema corrupto, sem dizer mais a respeito.

"Thomas Jefferson, Andrew Jackson e Abraham Lincoln, e muitos de nossos maiores presidentes lutaram com os veículos de imprensa e lhes chamaram a atenção frequentemente sobre suas mentiras", sustentou.

Pouco antes do comício, vazou (informação) um trecho de entrevista na qual o senador e ex-candidato presidencial republicano John McCain afirmou que "os ditadores começam reprimindo a imprensa", em reação à polêmico mensagem no Twitter de Trump.

McCain reagiu assim à polêmica mensagem no Twitter na qual na sexta-feira Trump acusou alguns veículos de comunicação americanos de ser "o inimigo do povo".

"Os veículos de imprensa com NOTÍCIAS FALSAS (os fracassados "The New York Times", "NBC", "ABC", "CBS", "CNN") não são meu inimigo, são o inimigo do povo americano", escreveu o presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos