Malásia procura 4 norte-coreanos pelo assassinato de Kim Jong-nam

Bangcoc, 19 fev (EFE).- A Polícia da Malásia anunciou neste domingo que procura quatro homens de nacionalidade norte-coreana pelo assassinato no aeroporto de Kuala Lumpur de Kim Jong-nam, o irmão mais velho do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

"Os quatro suspeitos são da Coreia do Norte (...) podemos confirmar que os quatro deixaram o país no mesmo dia do ataque (no último dia 13)", afirmou o subdiretor da Polícia da Malásia, Noor Rashid Ibrahim.

O responsável da Polícia afirmou que não sabia se os quatro suspeitos pertencem ao governo da Coreia do Norte, mas explicou que estão "em contato com a Interpol e outros organismos relevantes na região" para sua busca.

As pessoas procuradas são Ri Jae-nam, de 57 anos, que chegou a Malásia em 1º de fevereiro; O Jong-gil, de 55, que entrou no país em 7 de fevereiro; Hong Song Hac, de 34, no dia 31 de janeiro; e Rhi Ji Hyon, de 33, em 4 de fevereiro.

Kim Jong-nam morreu na manhã da segunda-feira dia 13 quando era levado ao hospital depois que, aparentemente, duas mulheres o envenenaram na terminal de saídas internacionais do aeroporto de Kuala Lumpur, onde ia tomar um voo de volta a Macau, onde vivia autoexiliado.

A Polícia da Malásia mantém detidos duas mulheres, um malaio e um norte-coreano em relação ao suposto assassinato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos