Em vídeo, papa pede oração para cristãos perseguidos

Cidade do Vaticano, 2 mar (EFE).- O papa Francisco criticou nesta quinta-feira em um vídeo que ainda existam cristãos perseguidos por sua fé e pediu que todas as pessoas orem para que estes "experimentem o apoio de todas as Igrejas e comunidades, por meio da oração e da ajuda material".

Jorge Bergoglio fez estas reflexões no vídeo que faz parte de uma iniciativa iniciada pelo próprio Francisco no ano passado e na qual todos os meses ele analisa em uma gravação aqueles que considera que são os principais desafios da humanidade. Em março, ele aborda a perseguição por motivos de fé de pessoas que "são obrigadas a abandonar suas casas, seus locais de culto, suas terras, seus afetos".

"São perseguidos e executados por serem cristãos, sem que os perseguidores façam distinção entre as confissões às que pertencem. Eu lhes faço uma pergunta: quantos de vocês rezam pelos cristãos que são perseguidos?", questiona Francisco.

"Animem-se a fazer isso comigo, para que experimentem o apoio de todas as igrejas e comunidades, por meio da oração e da ajuda material", acrescentou.

Durante o vídeo, o papa fala em espanhol e suas palavras são acompanhadas das imagens de três cristãos: um protestante, um católico e um ortodoxo.

O vídeo também exibe imagens de escolas religiosas, igrejas e pessoas em momentos de recolhimento e oração.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos