Exército sírio toma cidadela de Palmira do Estado Islâmico

Cairo, 2 mar (EFE).- O exército da Síria recuperou nesta quinta-feira o controle da cidadela histórica de Palmira, situada nos arredores desta cidade, onde realiza uma ofensiva contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), informou a agência oficial do regime sírio, "Sana".

As unidades militares também recuperaram hoje uma colina no oeste da cidade e um hotel no sul e causaram várias baixas entre os jihadistas, segundo a "Sana".

O EI se retirou hoje da maior parte de Palmira e, em sua fuga, colocou minas e bombas em vários pontos da cidade, segundo informações do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) e da "Sana".

Os especialistas do exército estão fazendo uma varredura por todas as áreas para tentar desativar os explosivos, enquanto as unidades militares progridem lentamente para evitar sofrer baixas, segundo a "Sana".

A ofensiva do exército sírio, que conta com o apoio aéreo da Rússia, começou na quarta-feira pela frente oeste da cidade, que é patrimônio da Unesco.

O grupo terrorista conquistou Palmira em maio de 2015 e foi expulso oito meses depois pelos soldados sírios, mas voltou a recuperar o controle da antiga cidade greco-romana em dezembro.

Durante seu domínio, os jihadistas dinamitaram os templos de Bel e Bal Shamin, partes de um anfiteatro romano, o tetrápilo, o arco do triunfo e várias estátuas do museu da cidade, ações que foram consideradas "crimes de guerra" pela Unesco.

Palmira foi nos séculos I e II d.C. um dos centros culturais mais importantes da época e ponto de encontro das caravanas que percorriam a Rota da Seda, que atravessavam o deserto do centro da Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos