Líder democrata no Senado pede renúncia de Sessions por nexos com a Rússia

Washington, 2 mar (EFE).- O líder da minoria democrata no Senado dos Estados Unidos, Chuck Schumer, pediu nesta quinta-feira a renúncia do procurador-geral, Jeff Sessions, após a revelação de que teve reuniões com o embaixador russo em Washington durante a campanha presidencial, algo que ocultou mais tarde durante sua confirmação perante a câmara alta.

"Pelo bem do país, o procurador-geral Sessions deveria renunciar (...). As revelações que conhecemos na noite passada são especialmente problemáticas", afirmou Schumer em entrevista coletiva no Capitólio, sobre os encontros do procurador-geral com Serguei Kislyak, embaixador russo em Washington.

O senador democrata solicitou, além disso, que seja designado "um procurador especial que não tenha relação com este governo" para liderar a investigação sobre a possível ingerência russa nos EUA e destacou que "a integridade de nosso braço executivo está em interdição".

"Não pode haver a mais mínima sombra de dúvida sobre a imparcialidade e legitimidade do procurador-geral, o primeiro fiador da lei do país. Depois disto, está claro que o procurador-geral não passa por esta prova", acrescentou Schumer.

Sessions, cujo cargo equivale ao de ministro da Justiça, é precisamente o encarregado de supervisionar a investigação sobre a suposta ingerência russa durante as últimas eleições e os supostos vínculos entre a campanha do agora presidente, Donald Trump, e o Kremlin.

O jornal "The Washington Post" revelou na quarta-feira à noite que os encontros de Sessions, então senador pelo Alabama e assessor da campanha de Trump, com o embaixador Kislyak aconteceram em julho e em setembro do ano passado, pouco antes das eleições presidenciais de novembro.

Estas revelações ameaçam abrir uma nova crise no governo de Trump, que semanas atrás viu os contatos com Kiskyak antes, durante e depois das eleições custarem o cargo do então assessor de segurança nacional da Casa Branca, o general Michael Flynn.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos