Nova manifestação contra corrupção reúne milhares na Romênia

Viena, 5 mar (EFE).- Entre 5 mil e 10 mil pessoas, segundo a imprensa local, se manifestaram neste domingo em Bucareste em apoio da Promotoria Anticorrupção e a investigação aberta contra o Ministério da Justiça sobre a aprovação de um decreto, depois retirado, que descriminaliza certos tipos de corrupção.

De acordo com o site "Hotnews", também aconteceram protestos em Cluj-Napoca e Brasov.

Na capital, os manifestantes caminharam da sede do governo até o Parlamento gritando frases como "Queremos Justiça, não corrupção!" e contra o governo social-democrata.

O público também exigia a despolitização do Tribunal Constitucional, depois que o órgão acusou à Promotoria Anticorrupção de ter exercido suas funções ao abrir a investigação contra o Ministério da Justiça. Essa investigação se refere à aprovação por decreto via emergencial em 31 de janeiro de uma reforma legal que despenalizava os casos de corrupção que causassem perdas ao Estado inferiores a 44 mil euros (R$145 mil).

Essa medida provocou a maior onda de protestos populares desde a queda da ditadura comunista, em 1989. O governo acabou derrubando o decreto e o ministro da Justiça, que elaborou a proposta, apresentou sua renúncia. O protestos ficaram menores, mas ainda continuam.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos