Ofensiva contra EI gera fuga de 45,7 mil pessoas do oeste de Mossul em 9 dias

Cairo, 5 mar (EFE).- A ofensiva contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no oeste da cidade iraquiana de Mossul obrigou 45.714 pessoas a fugirem em nove dias, informou neste domingo a Organização Internacional de Migrações (OIM).

Esses deslocados, que fazem parte de 7.619 famílias, saíram de Mossul desde 25 de fevereiro, quando os combates entre as forças iraquianas e os jihadistas adentraram o centro urbano desta cidade do norte do Iraque.

Atualmente, 34.420 famílias, 206.520 pessoas no total, se encontram deslocadas por causa da ofensiva na região de Mossul, que começou em 17 de outubro, segundo os dados do OIM.

A ONU calcula que pelo menos 245 mil pessoas fugirão da parte oeste de Mossul, onde cerca de 750 mil civis podem continuar ilhados nos bairros ainda controlados pelo EI.

O total de deslocados no Iraque, desde que o Estado Islâmico invadiu o norte e o oeste do país em 2014, chega a aproximadamente 4,3 milhões de pessoas, das quais 600 mil permanecem em acampamentos, segundo dados atualizados na semana passada pelo Ministério de Deslocados iraquiano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos