Coreia do Norte diz que alvo de teste de mísseis eram bases dos EUA no Japão

Seul, 7 mar (EFE).- A Coreia do Norte classificou como um "sucesso" o lançamento simultâneo de quatro mísseis balísticos na madrugada de segunda-feira e afirmou que seus alvos eram as bases militares dos Estados Unidos no Japão.

Uma nota da agência estatal norte-coreana "KCNA" disse que o teste de mísseis ocorreu de maneira simultânea e que tinha como objetivo "alcançar as bases das forças americanas de agressão imperialista no Japão".

O comunicado diz, além disso, que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, supervisionou o exercício e ordenou que as tropas estejam "plenamente preparadas para abrir fogo contra os inimigos".

"Os quatro foguetes balísticos lançados simultaneamente são tão precisos que parecem corpos voadores acrobáticos em uma formação", disse o líder norte-coreano depois do teste, segundo a "KCNA".

Os quatro mísseis lançados pela Coreia do Norte percorreram cerca de 1.000 quilômetros antes de cair em águas da Zona Econômica Especial do Japão, informaram os governos japonês e sul-coreano.

As primeiras análises descartam que o teste envolvia mísseis balísticos intercontinentais. Os especialistas indicaram que os quatro mísseis podem ser de curto ou médio alcance, conseguindo percorrer no máximo até 1.500 quilômetros.

O novo lançamento voltou a gerar condenação da comunidade internacional. Até a China, país mais parecido com um aliado que o regime da Coreia do Norte possui, disse que o teste era uma violação das resoluções da ONU aprovadas para punir Pyongyang por provocações anteriores similares.

Foi o segundo lançamento de míssil que a Coreia do Norte realiza desde a posse do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O primeiro ocorreu em 12 de fevereiro.

Em sua mensagem de Ano Novo, o líder norte-coreano afirmou que Pyongyang tem como objetivo de desenvolver um míssil de longo alcance, uma arma que poderia permitir no futuro alcançar o território americano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos