Correria em refeitório social na Zâmbia deixa ao menos oito mortos

Lusaka, 6 mar (EFE).- Pelo menos oito pessoas morreram nesta segunda-feira em um refeitório social de Lusaka durante uma correria provocada por centenas de pessoas que tentavam entrar no recinto e receber alimentos, informaram fontes policiais.

Além disso, 28 pessoas ficaram feridas no incidente, que aconteceu em um centro da organização religiosa americana Igreja de Cristo, segundo fontes citadas pelo jornal "Independent Observer".

"Cinco pessoas morreram no local e outras três nos hospitais aos quais foram transferidas", declarou a porta-voz policial Esther Katongo, que precisou que seis das vítimas mortais são mulheres e dois homens.

As autoridades abriram uma investigação sobre o ocorrido no centro social, perante o qual os beneficiados da ajuda começaram a fazer fila por volta das 3h.

No pacote de alimentos que deveriam receber constava 10 quilos de sêmola de milho, açúcar, soja, óleo e uma couve por pessoa.

Os responsáveis do centro social tinham tentado organizar a entrega de comida com cédulas numeradas, mas a medida não conseguiu evitar o caos.

Os mortos e as pessoas que se amontoaram nas imediações do centro fazem parte das 35 mil que o grupo religioso tinha convocado para rezar no recinto no qual está o refeitório social.

Segundo dados do Programa Mundial de Alimentos (PMA), 60% da população da Zâmbia vive na pobreza, e 42% dos habitantes vivem numa situação de "extremamente pobre".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos