Netanyahu e Trump conversam sobre o Irã e o crescente antissemitismo nos EUA

Jerusalém, 6 mar (EFE).- O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, conversou nesta segunda-feira por telefone com o presidente americano, Donald Trump, e abordou temas como o Irã e o antissemitismo nos EUA.

"O presidente Trump ligou para Netanyahu esta tarde. Netanyahu aproveitou a oportunidade para agradecer a hospitalidade durante a recente visita que fez a Washington e expressou seu apreço pela postura do presidente contra o antissemitismo, que expressou na semana passada em discurso perante o Congresso", diz um comunicado oficial.

Recentemente, alguns dirigentes israelenses se mostraram preocupados com ataques registrados ultimamente contra a comunidade judaica americana, a mais numerosa fora de Israel, com pelo menos quatro ataques a cemitérios e mais de cem ameaças a centros judeus.

Apesar disso, o primeiro-ministro israelense mostrou novamente sua plena confiança em Trump para conter este fenômeno.

Segundo o comunicado, durante a conversa Netanyahu voltou a colocar o caso do Irã e de seu programa nuclear, que Israel considera sua principal ameaça.

"Os dois líderes falaram a fundo sobre os perigos que o acordo nuclear com o Irã (de 2015) representa e da agressividade iraniana na região e da necessidade de trabalhar juntos para enfrentar estes perigos", conclui o comunicado oficial.

A conversa de hoje volta a evidenciar a boa relação entre Netanyahu e Trump, em contraposição com o clima de desconfiança que reinava com seu antecessor na Casa Branca, Barack Obama.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos