Polícia sul-africana encontra corpos de 14 mineiros clandestinos em 48 horas

Johanesburgo, 6 mar (EFE).- A polícia sul-africana encontrou nas últimas 48 horas os corpos de 14 mineiros clandestinos, que foram assassinados a tiros ou com objetos punçantes, informou nesta segunda-feira um porta-voz do corpo em comunicado.

As autoridades encontraram os corpos na cidade de Benoni, ao leste de Johanesburgo, onde centenas de mineiros ilegais procedentes de países vizinhos trabalham em minas abandonadas para extrair o ouro que fica no subsolo.

"O motivo dos assassinatos pode estar relacionado com a rivalidade entre grupos que se dedicam à mineração ilegal", explicou o porta-voz da Polícia Lungelo Dlamini.

Os agentes encontraram no domingo junto a um trilho em Benoni oito corpos com disparos no tronco e com as roupas cobertas de areia, possivelmente procedente da mina na qual trabalhavam. Outros seis corpos foram achados hoje na mesma região.

A violência entre grupos de mineiros ilegais e os acidentes dentro das explorações fazem todos os anos dezenas de vítimas mortais na África do Sul, sendo Benoni e outras localidades ao leste de Johanesburgo uma das zona mais afetadas.

Eles se agrupam segundo sua nacionalidade, como imigrantes de Lesoto, Zimbábue e Moçambique e extraem ouro e outros minerais destas minas já exploradas que deixaram de ser rentáveis para as empresas.

Essa exploração constitui o primeiro nível de redes de comércio clandestino que produzem a cada ano lucros milionários.

Os mineiros ilegais estão frequentemente fortemente armados, para enfrentar as forças de segurança ou outros grupos que tentam roubar os metais preciosos extraídos.

Estes trabalhadores clandestinos vivem frequentemente nas favelas que crescem perto das minas e passam semanas sob a terra para obter, com explosivos caseiros em algumas ocasiões e um rigoroso conhecimento das galerias, os prezados minerais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos