Comissão Europeia destina 42,5 milhões de euros para proteger civis no Iraque

Bruxelas, 7 mar (EFE).- O comissário europeu de Ajuda Humanitária e Gestão de Crise, Christos Stylianides, anunciou nesta terça-feira que o Executivo comunitário destinará 42,5 milhões de euros em 2017 para atenuar a crise humanitária no Iraque.

Stylianides, que concluiu hoje sua quinta visita oficial ao país asiático, afirmou que áreas como Mossul passam por um "momento crítico" e expressou seu desejo de que essa verba ajude os mais vulneráveis em áreas em conflito.

O comissário ressaltou a importância de proteger todos os civis tanto durante como depois do conflito, enquanto pediu que seja garantido um acesso seguro da ajuda humanitária aos territórios afetados, segundo um comunicado divulgado em Bruxelas.

Na cidade de Mossul, que permanece sob o controle do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), há mais de 11 milhões de pessoas com necessidades humanitárias urgentes, segundo dados da Comissão Europeia (CE).

Além disso, a disputa nesta cidade do norte do Iraque, qualificada como "a mais intensa em uma cidade altamente populosa desde a Segunda Guerra Mundial", fez com que mais de três milhões de pessoas deixassem suas casas.

Desde 2015, a CE forneceu um total de 309 milhões de euros em ajuda humanitária para o Iraque, enquanto o Mecanismo Europeu de Defesa Civil, também coordenado pelo Executivo comunitário, conseguiu fazer chegar ao país 266 toneladas de material doado pelos Estados-membros em 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos