Opiniões positivas dos EUA entre mexicanos caem para 20,1% por "efeito Trump"

Cidade do México, 7 mar (EFE).- As opiniões positivas dos Estados Unidos entre os mexicanos caíram de 44,3% para 20,1% em um ano, graças ao efeito da eleição do presidente Donald Trump e seu discurso contra imigrantes do país vizinho, revelou nesta terça-feira uma pesquisa da Consultoria Mitofsky.

É a pior avaliação da imagem dos EUA no México desde abril de 2004, durante o mandato do também republicano George W. Bush, quando apenas 27,1% dos mexicanos tinham uma opinião positiva sobre o país.

O melhor índice obtido pelos EUA foi em agosto de 2012, no governo de Barack Obama, com 44,5% de avaliações positivas.

Os EUA são o pior país avaliado em sete questionados aos mexicanos. Pela primeira vez, os americanos ficaram atrás da Venezuela na pesquisa, que obteve 22,1% de opiniões positivas.

A pesquisa foi realizada com 1.000 mexicanos maiores de 18 anos entre os dias 17 e 20 de fevereiro deste ano, com uma margem de erro de 3,1 pontos percentuais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos