Bombardeios perto de Damasco deixam 2 mortos apesar de trégua

Cairo, 8 mar (EFE).- Pelo menos duas pessoas morreram nesta quarta-feira e outras 23 ficaram feridas por bombardeios na região de Ghouta Oriental, principal bastião da oposição nos arredores de Damasco, a capital da Síria, apesar da trégua anunciada ontem pela Rússia nessa região, informou hoje o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Os aviões de guerra causaram duas vítimas mortais, um jovem e uma mulher, na cidade de Duma, onde outras 11 pessoas também ficaram feridas, entre elas várias crianças, segundo o OSDH.

Também foram registrados bombardeios nas localidades de Arbin, onde houve cinco feridos, e Zamalka, onde foram sete.

Segundo o OSDH, as forças do governo sírio também dispararam dez projéteis terra-terra contra os bairros de Teshrin e Al Qabun, áreas que também são controladas pela oposição na periferia de Damasco.

O Ministério da Defesa da Rússia, que apoia militarmente o presidente sírio Bashar al Assad, anunciou na segunda-feira o estabelecimento de um cessar-fogo que se estenderá até o próximo dia 20, inclusive, em Ghouta Oriental.

Periodicamente, a Rússia e o governo sírio anunciam tréguas em distintas regiões do país árabe com o objetivo de permitir a separação das forças da oposição armada dos grupos jihadistas.

O anúncio do cessar-fogo em Ghouta Oriental acontece a poucos dias das consultas que acontecerão em Astana, no Cazaquistão, entre representantes da oposição armada e o governo sírio, com a participação de Rússia, Turquia e Irã.

As negociações estão programadas para os próximos dias 14 e 15 e acontecerão pela terceira vez na capital do Cazaquistão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos