Yukiya Amano é aprovado para continuar no cargo de diretor da AIEA

Viena, 8 mar (EFE).- O Conselho de Governadores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) aprovou nesta quarta-feira por aclamação a continuidade no cargo de seu atual diretor, Yukiya Amano, para um terceiro mandato, até 2021.

"O Conselho de Governadores me nomeou para outro período à frente da AIEA", anunciou perante os veículos de imprensa o próprio Amano, que está desde 2009 à frente da agência da ONU que defende o uso pacífico da energia atômica.

Amano será confirmado no cargo na Conferência geral que a AIEA realizará em setembro.

O diplomata japonês reconheceu que a organização que dirige enfrenta grandes desafios e mencionou entre suas prioridades melhorar a contribuição da tecnologia nuclear no campo da saúde, ajudar os países a conseguir um desenvolvimento sustentável e dar assistência às nações que querem criar ou ampliar seus programas nucleares.

Além disso, garantiu que a AIEA continuará verificando se o Irã cumpre com os compromissos que assumiu no acordo selado em 2015 para reduzir o alcance de seu programa nuclear e evitar, portanto, que desenvolva armas nucleares a curto prazo.

Amano foi eleito diretor-geral da AIEA em substituição ao egípcio Mohamed ElBaradei, que em 2015 recebeu, junto à agência, o prêmio Nobel da Paz.

Durante os mandatos de Amano, a AIEA passou por crises como a do acidente nuclear de Fukushima, a gestão técnica do conflituoso programa atômico iraniano e vários testes nucleares da Coreia do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos