Parlamento alemão amplia possibilidades de vigilância em espaços públicos

Berlim, 10 mar (EFE).- O Bundestag (Câmara baixa alemã) aprovou nesta sexta-feira uma série de medidas que inclui a instalação de mais câmeras de vigilância em espaços públicos e inclusive nos uniformes da polícia.

O acordo só foi alcançado após uma sessão no parlamento que colocava fim ao intenso debate político que seguiu na Alemanha por conta dos ataques jihadistas do ano passado, o mas grave deles o atentado de dezembro em uma feira natalina de Berlim, no qual morreram 12 pessoas.

Assim, as empresas privadas de segurança terão agora mais facilidades para instalar câmeras de segurança em lugares públicos como shoppings, estacionamentos e estádios de futebol, e os policiais poderão instalar pequenas câmaras portáteis em seu uniforme.

A reforma também permite que a Polícia Federal instale sistemas de vigilância que leem e registram automaticamente as matrículas dos veículos nas fronteiras.

Além disso, foi incluída uma mudança legal que estipula que a proteção da vida, saúde e liberdade têm especial interesse, o que de acordo com os especialistas dificultará no futuro alegar o direito à privacidade para bloquear qualquer nova medida de vigilância.

Os partidos que apoiam o governo alemão, a grande coalizão formada pelo bloco conservador da chanceler, Angela Merkel, e os social-democratas, consideraram que esta série de medidas servirá para proteger de uma forma mais eficiente a população.

A oposição, por sua vez, criticou que estas medidas corroem liberdades fundamentais sem garantir melhoras na segurança pública. EFE

jpm/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos