Bombardeios perto de Al Raqqa deixam pelo menos 4 mortos

Cairo, 11 mar (EFE).- Pelo menos quatro pessoas morreram e diversas ficaram feridas por um bombardeio de aviões que devem pertencer a coalizão internacional, perto da cidade de Al Raqqa, fortaleza do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na Síria, segundo informações divulgadas neste sábado pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O bombardeio com vítimas aconteceu nas últimas horas na aldeia de Hamra Blasim, na região rural de Al Raqqa, segundo a ONG.

Hoje foram registraram vários bombardeios nos arredores de Al Raqqa, cidade que está praticamente cercada pelas Forças Democráticas da Síria (FSD), milícia liderada por combatentes curdos com o apoio dos Estados Unidos.

As FSD levaram para a região reforços de combatentes, conselheiros militares, veículos de combates e munição, segundo o Observatório, visando se preparar para a batalha de Al Raqqa, onde espera-se que o EI ofereça resistência.

Os bombardeios de hoje se somam a outros realizados na última quinta-feira, em Al Matab, também perto de Al Raqqa, onde morreram 30 pessoas, 24 deles civis e seis combatentes do EI, segundo o observatório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos