Ex-ministro da Defesa de Israel deixa partido de Netanyahu por divergências

Jerusalém, 12 mar (EFE).- O ex-ministro de Defesa de Israel e ex-chefe do Estado-Maior do Exército, Moshe Yaalon, anunciou neste domingo que vai se desfiliar do Likud por considerar que o partido abandonou os principíos nacionalistas e democráticos que o guiavam.

"Sigo fiel aos princípios nos quais acreditos, o caminho dos pais do sionismo", disse Yaalon em um comunicado no qual anunciava a saída do partido liderado pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu

Yaalon, demitido no ano passado para dar espaço no governo ao líder nacionalista Avigdor Lieberman, denunciou uma perda dos valores democráticos dentro do Likud após a proliferação de políticos populistas e de crenças em relação a uma colonização sem limites e leis que tentam restringir o poder da Suprema Corte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos